Um dos nossos destinos mais esperados com certeza era a Itália, e apesar de ter muitas oportunidades para ir pra lá pelo Workaway e pelo HelpX, nós decidimos investir um pouco mais e nos associamos ao WWOOF Itália. Pelo site é possível ver separadamente os hosts de cada região e como estávamos chegando da Eslovênia, nossa primeira experiência seria na região de Vêneto.

E nossa estadia na Itália começou muito bem, passamos duas semanas em uma pequena fazenda de apicultura aprendendo sobre a produção de mel orgânico, sempre com muita comida boa, vinho caseiro e pessoas incríveis!

Jornada Viva - WWOOF Itália

O LUGAR

A fazenda ficava em Camisano Vicentino, uma pequena cidade entre Padova e Vicenza, pertinho de Verona e Veneza. Os responsáveis pela produção de mel eram os nossos hosts Alberto e Ilaria, mas além deles também convivemos com o Agostino (pai de Alberto) e o cãozinho Duc que tava sempre presente e era como um outro integrante da família.

Além da produção de mel eles também tinham uma criação de galinhas, uma pequena horta e algumas vinhas para produção de vinho. Mas tirando o mel todo o resto era somente para consumo próprio. A maioria das caixas das abelhas ficavam em outras propriedades, então quando tínhamos que trabalhar com as colmeias nós tínhamos que nos deslocar para os lugares específicos. Mas como ainda estávamos no inverno a maioria do trabalho nós fazíamos na oficina de carpintaria que ficava na fazenda mesmo.

Nós ficamos hospedados em um quarto na casa do Alberto e fazíamos todas as refeição junto com eles, aproveitando a ótima hospitalidade italiana sempre com muita fartura de massas, queijos e mel (é claro), além do maravilhoso vinho caseiro feito pelo Agostino.

O TRABALHO

Quando entramos em contato com os nossos hosts pela primeira vez eles nos deixaram claro que como ainda era inverno os trabalhamos que iríamos realizar não seriam relacionados diretamente com a produção de mel e que provavelmente seriam um tanto tediosos. Decidimos aceitar mesmo assim e não nos arrependemos nenhum pouco.

O nosso principal trabalho foi na oficina de carpintaria arrumando e limpando as caixas das abelhas e montando caixas novas. Outro serviço que tivemos foi ajudar a preparar os doces que eles dão para as abelhas para que a colmeia continue a crescer mesmo durante o inverno, já  que normalmente nos meses de frio as abelhas diminuem suas atividades e param de se reproduzir

Depois de fazer os doces a gente ía para os lugares onde eles deixam as caixas das abelhas e o nosso trabalho era de verificar se as rainhas de cada colmeia tinham sobrevivido ao inverno e colocar o doce em cada caixa. Quando uma colmeia estava sem rainha tínhamos que junta-la com outras com rainha para que as outras abelhas não morressem.

A gente trabalhava 6 horas por dia, 3 horas pela manhã e 3 pela tarde, durante 5 dias na semana.

A EXPERIÊNCIA

É uma experiência incrível mergulhar em uma atividade que nunca tínhamos realizado na vida, e mesmo em pouco tempo acabamos aprendendo muito porque ficamos completamente imersos naquele mundo novo. E foi exatamente isso que aconteceu conosco nessas duas semanas, nunca tínhamos trabalhado com abelhas e não sabíamos praticamente nada de apicultura, mas depois dessa experiência é difícil não querer nós mesmos ter ao menos uma caixa de abelha para produzir nosso próprio mel um dia.

Fomos muito bem recebidos pelos nossos hosts que sempre explicavam o porquê de tudo o que fazíamos, tinham uma preocupação para que nunca trabalhássemos mais do que o combinado e eram sempre muito generosos. Não só nos alimentavam sempre muito bem mas também fizeram questão de nos levar um dia para conhecer a região das Dolomitas, os alpes italianos que ficam na fronteira com a Áustria.

Além disso no nosso tempo livre também aproveitamos para conhecer as cidades de Verona, Vicenza, Padova e depois que saímos da fazenda também passamos alguns dias em Veneza.

Jornada Viva - WWOOF Itália

Alberto, Ilaria, Duc e a gente nas Dolomitas

  • Lilian Reis

    Olá, estou procurando woof na Itália para o próximo mês e adorei este das abelhas, qual o nome do sítio? gostaria de entrar em contato com eles.
    Um abraço,
    Lilian

    • Oi Lilian, pode procurar por Alberto Canton no site do WWOOF Itália, fica pertinho de Padova! Abraços!